As personagens Elis e Bárbara vão dividir com vocês suas aventuras e desventuras rumo ao equilíbrio das contas

VIDA E FORTUNA DE BÁRBARA E ELIS

Informação é poder

Nas finanças e na vida, quem tem informação corre menos risco de ser enganado.

Não, obrigada

Há algumas coisas que você gostaria de ter. Mas, o que você não gostaria de ter? Acho que o exercício do "não quero ter" ajuda a perceber o que a gente quer, o que é mais importante e fará diferença na felicidade. Ajuda a riscar o que não faz falta mesmo.

Viajar e depois viajar

Quem não gosta de viajar e de passear? Em vários momentos da vida, quando meu planejamento financeiro desabou, a causa foi o gasto excessivo com o lazer.

Aquele 1% é gastadora

Sou poupadora desde pequenina, nasci assim. Nunca fui de ter ataques de consumo, não é da minha natureza. Agora, é claro, tenho lá os meus momentos de gastadora, aquele 1% que nos faz aplicar o dinheiro em despesas que sim, são supérfluas.

A capacidade de superação

De tudo o que eu já li sobre a influência dos pais na postura dos filhos em relação ao dinheiro, posso concluir que há duas reações mais comuns nesse campo: reproduzir o modelo de casa ou ir na direção oposta, negando os exemplos recebidos.

Eu pagaria mais

Não há produtos pelos quais a gente topa pagar mais em função do trabalho social que há por trás, por terem sido feitos de maneira sustentável ou pela necessidade de renda de quem os produz e comercializa? Eu pagaria mais pelo leite.

Das boas sensações

É tão bom conseguir guardar uma graninha no final do mês, por menor que ela seja. Sinto que estou cuidando de mim, do meu futuro e dos que eu amo.

Obrigada, vó Maria!

Qual a sua lembrança mais antiga sobre o dinheiro? Sinceramente, eu nem sei qual é a minha, a primeira mesmo, mas gosto de lembrar de uma muito especial, ligada à minha avó paterna, Maria.

O bloco da fortuna

Bom Carnaval, amigos poupadores! 

Pense na saída

Você precisa economizar neste momento? Eu preciso. Não estou no vermelho, mas diante de alguns gastos extras inevitáveis que batem à porta, necessito apertar o consumo para conseguir continuar sendo uma poupadora. Vamos lá?

Vá ser feliz

Nestas férias, em um papo na beira do rio, falava com duas amigas sobre o que devemos dizer aos pequenos sobre as escolhas da vida. Devemos incentivar os filhos a buscar dinheiro, quando elegem uma profissão, ou apenas a felicidade? Devemos nós já adultos fazer qual escolha?

A lição da elegância

Eu nunca tinha visto ninguém oferecer com tanta elegância uma barra de cereal e um saquinho de amendoim. A coluna bem reta, a voz calma e pausada, bem empostada, a sutileza dos movimentos dos braços.

Não é empréstimo, é doação

Os consultores de etiqueta e de finanças pessoais são unânimes nesse ponto: em caso de pedido de dinheiro por pessoas próximas, não empreste, mas dê, faça uma doação.

Somos argila

Houve um tempo em que não acreditei que poderia me moldar financeiramente, não acreditei que poderia melhorar minha maneira de cuidar do dinheiro.

Obrigada, São Paulo!

Eu confesso que, depois de ser mãe, fiquei saudosa da minha terra, Maceió, Alagoas, e tentada a voltar a morar perto da minha família. Seja como for, banzo nenhum será capaz de diminuir a minha admiração por São Paulo.

Todo o poder das mães

Ver O Quarto de Jack, filme que não tem nada a ver com o mundo das finanças, me fez pensar no assunto. E reforçar a capacidade enorme que nós, mães, temos de superar adversidades de qualquer ordem.

Cuide do começo

Comecinho do ano. Se os ganhos extras do final de ano permitiram ajeitar as contas, é hora de cuidar do ano financeiro de 2016 e não deixar ele se perder já no início.

E se eu tivesse

Não tem jeito, eu sou lamuriosa e de vez em quando me pego pensando como seria se eu tivesse começado a fazer um pé de meia lá atrás, quando tinha 20 anos.

Eu cobro mesmo

Foi a afirmação de uma amiga que abriu a minha cabeça: "você não deve ter vergonha de cobrar. Quem tem que ter vergonha é ele, de dever". Perfeito, não?

Pedir desconto é valorizar o próprio dinheiro

"Mas você não acha que eu vou parecer uma mendiga se pedir 20% de desconto?", escreveu a minha amiga numa mensagem.

Tudo de novo e melhor!

Adoro essa época do ano porque o clima é de recomeço. Eu e Bárbara esperamos que vocês, poupadores, tenham um ano de 2016 maravilhoso, com muita prosperidade!

Faça uma simulação para juntar seu primeiro milhão ou quanto suas economias irão render.
Poupadoras.com
Um site de finanças pessoais
para dividir experiências
sobre o dinheiro
  • Assine nosso feed