As personagens Elis e Bárbara vão dividir com vocês suas aventuras e desventuras rumo ao equilíbrio das contas

Não esqueço o meu passado

Compartilhar

Um dos meus planos para 2016 era ganhar mais dinheiro extra, ou seja, conseguir mais trabalhos para fazer nas horas livres, reforçando assim o caixa. Tenho conseguido, o que é ótimo.

Quando me sinto cansada, começo a pensar nas minhas melhores conquistas do campo financeiro e assim ganho forças para continuar. O exercício tem sido tão bom como fonte de motivação que eu recomendo a todo mundo.

A primeira viagem internacional paga com os meus próprios recursos (para a Espanha, em 2003), aquelas que vieram depois e das quais eu nunca esqueci, a pós, a casa quitada, a festa de casamento, o parto humanizado do nosso filho. Tudo valeu a pena.

Se o orçamento está apertado e não há mais o que cortar, arrumar trabalho extra para assim ganhar mais é uma dica básica, que eu sempre cito.

Arregacemos as mangas, poupadores! E sempre tendo em mente como foi bom ter conquistado tudo o que nós já conquistamos, sem deixar de sonhar com aquilo que ainda virá. Ou, como escreveu Paulinho da Viola em Dança da Solidão, "quando penso no futuro, não esqueço o meu passado".

Muita fortuna para nós e beijos,

Bárbara

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Faça uma simulação para juntar seu primeiro milhão ou quanto suas economias irão render.
Poupadoras.com
Um site de finanças pessoais
para dividir experiências
sobre o dinheiro
  • Assine nosso feed