As personagens Elis e Bárbara vão dividir com vocês suas aventuras e desventuras rumo ao equilíbrio das contas

Seguir e seguir

Compartilhar

Seguir e seguir sempre. É o que tenho feito, sem esmorecer, nesses tempos em que me cabe acabar de pagar as despesas que fiz na mudança de casa.

Claro que era muito melhor sair da mudança com despesas zeradas. Mas não sou perfeita, não calculei bem, o ímpeto de deixar tudo bonitinho na nova casa foi maior que a minha reserva econômica para tal e aqui estou, pagando. Mas não estou sentada no chão chorando. Sei que esse tempo de pagar já vai acabar e aguardo ansiosa pelo fim, feliz porque ele terá sim fim.

Sei que há situações de endividamento grandes e convivo com uma um tanto quanto próxima. Ela também não está sentada no chão chorando. Segue trabalhando, pagando e olhando para a frente. O poço é mais fundo, mas desistir só agravaria a situação. 

E nessa hora, olhando para essa e para outras situações de dívida complicada, lembro como é bom poder pagar as despesas do presente e não as do passado. Pagar o passado é árduo. Gostinho maravilhoso é cuidar do presente e do futuro!

Logo chego.

Beijins,

Elis

 

Foto: www.freedigitalphotos.net

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Faça uma simulação para juntar seu primeiro milhão ou quanto suas economias irão render.
Poupadoras.com
Um site de finanças pessoais
para dividir experiências
sobre o dinheiro
  • Assine nosso feed