Dicas de livros que ajudam a colocar as contas em dia

Para quem quer ser cigarra

Era uma vez uma formiga que trabalhava e uma cigarra que cantava. E assim, com a história da cigarra e da formiga, o consultor financeiro Ricardo Fairbanks Cacciaguerra começa seu livro "O Ciclo da Cigarra Milionária – Como trocar dívidas por investimentos de forma rápida, planejada e sem custos".  Com uma linguagem clara e direta, o administrador de empresas mostra alguns conceitos importantes para quem quer entender melhor o mundo das finanças e aponta passos a serem seguidos para a realização de objetivos econômicos.

Cacciaguerra aborda a importância do equilíbrio dos gastos e receitas para que uma pessoa possa alcançar a sua independência financeira, que é viver dos seus rendimentos e não do trabalho. Ele se debruça sobre o cotidiano no universo do dinheiro, mostrando, por exemplo, as diferenças entre juros de aplicações, dando ferramentas para analisar se vale a pena financiar ou alugar um apartamento, dando modelos de planilhas para fazer um orçamento.


E a cigarra e a formiga? Bem, a formiga trabalhava bastante para manter seus luxos. A cigarra levou uma vida simples por algum tempo, assim fez sobrar dinheiro e depois seguiu sua vida vivendo dos juros. A formiga continuou trabalhando pesado.  

Isaura Daniel

Ao melhor estilo francês

Madame Charme - Como viver "à française" não é um livro de finanças pessoais. Mas traz reflexões ótimas para nós, poupadores, em alguns de seus capítulos. Principalmente no de número quatro: "Liberte-se com o guarda-roupa de dez peças". Escrita pela jornalista norte-americana Jennifer L.Scott, a obra destaca o que a autora aprendeu sobre o estilo de vida francês nos seis meses em que morou em Paris. Uma aula de estilo, bem viver e, vejam vocês, economia.  
 
O que seria um guarda-roupa de dez peças? Nada mais que ter disponíveis poucos itens para vestir. Mas roupas da melhor qualidade, que fique bem claro. Segundo a autora, é assim que os franceses desfilam sua elegância vida afora, alternando poucas e ótimas opções de figurino. Um exemplo de guarda-roupa de dez peças para o outono/inverno extraído do livro: "três suéteres de caxemira em bege, creme e preto, três blusas de seda, uma camisa social branca, uma calça escura de lã, uma saia de lã preta e um jeans preto". Ficam de fora desse combo básico itens que todo mundo tem que ter, claro, como blazers, echarpes e luvas, por exemplo. 
 
Não tenho só dez peças no armário. Mas também não tenho, há alguns anos, muita roupa. Prefiro ter pouco e amar tudo o que vejo nos cabides e gavetas. Isso naturalmente fez de mim uma consumidora mais seletiva, que pensa antes de comprar. Mesmo que o preço esteja ótimo, eu só levo se achar o máximo e concluir que realmente vou usar. Adorei descobrir, ao ler Madame Charme, que, sem saber, estava sendo meio francesa. (Isabela Barros) 
 
 
 
 

Dando aos filhos a medida certa do dinheiro

Depois de ler o livro Pais Inteligentes Enriquecem seus Filhos fica uma impressão parecida a que se tem ao final de outros livros de Gustavo Cerbasi: dinheiro não é uma pasta separada na vida das pessoas, está no dia a dia, na forma como nos relacionamos com os demais e até na forma como amamos. A obra não dá a receita de como tornar o filho um milionário, mas mostra caminhos para torná-lo uma pessoa responsável e bem relacionada com o dinheiro.

Cerbasi sugere, no livro, por exemplo, não pagar aos pequenos por tarefas da casa ou desempenho escolar, coisas que podem ser feitas sem remuneração, mas recomenda a mesada e o cofrinho para que saibam lidar e se organizar com o dinheiro. Sugere brincadeiras para se falar de grana.

De forma leve, o autor vai dando exemplos práticos de como fazer com que os filhos se relacionem de forma equilibrada com o dinheiro e não se tornem nem consumidores compulsivos e nem poupadores compulsivos. Cerbasi condena os presentes a toda hora, diz que precisam ser entregues em momentos especiais para serem valorizados, sugere que filhos sejam ensinados sobre rendimentos financeiros e juros e não tenham a visão de que o cartão de crédito resolve tudo. Muito boas dicas!

Isaura Daniel

Faça uma simulação para juntar seu primeiro milhão ou quanto suas economias irão render.
Poupadoras.com
Um site de finanças pessoais
para dividir experiências
sobre o dinheiro
  • Assine nosso feed